Os iguais e os que têm certeza

Não há certezas onde buscar orientações. Não há caminhos que não escondam atalhos que não levem ao ponto de partida. Qualquer coisa que se pareça com certezas é o ponto mais próximo de tudo que pode estar errado. Não se guie pelas certezas, elas deixaram de existir no século XX. Certezas são como esporas enferrujadas, te lembram de como eram importantes para se ir mais rápido, mas são impossíveis de usar agora. Se você gosta de ser enganado, aferre-se ao que tiver cara de certeza.
Gostar de ser enganado é gostar de deixar para depois o que precisa ser resolvido agora. Acreditar que existe acerto onde só existe o erro é temer tomar atitudes que te façam acertar quando os outros só fazem errar.
Errar é esconder-se nas facilidades que a opinião da maioria produz. Maioria é aquela que sorri um sorriso largo, fácil, e com cara de quem atingiu sabe lá que ponto.
A maioria é aquela que concorda. Concorda com qualquer coisa que lhe diga que qualquer coisa que não seja o que ela diz está fadado ao fracasso. A maioria é aquela que diz, faça igual e sem destaque, faça mais e faça sempre, faça assim porque assim haverá certeza, certeza de que sempre você será como a maioria.
A maioria sempre é aceita. É aceita por que é da maioria que os aceitos necessitam. Os aceitos dizem verdades que nem mesmo eles têm coragem de repetir quando se deitam ao lado de uma mesma maioria que agora eles rejeitam. Deitar-se é a condenação dos iguais, dos que tem certeza, dos que repetem mentiras por não conseguirem falar das verdades que quando deitados eles sonham.
A felicidade dos iguais, dos que tem certeza, é saber que terão com quem rir suas mesquinharias que ninguém comenta. O presente dos iguais, dos que tem certeza, é produzir o passado que lamentarão, o papo de que se fosse hoje, fariam diferente. Isto é mentira de quem mesmo diante da última verdade, mente.
E quanto mais os iguais e os que têm certeza não entendem, mais afirmam suas certezas, mais afirmam quanto mais evidentes é sua míope imagem do real. Riem para escamotear suas incapacidades.
Confie em quem não espera resultados além do que ele próprio pode produzir. Atente-se aos que norteiam a vida a partir da insegurança, do imponderável, do inesperado, do inusitado, pois são estes os que possuem as ferramentas para melhor navegarem num mundo cada vez mais incerto, incontrolável e impossível de prever.
Não há prédios nem casas, empregos ou funções que lhe garantam estabilidade. A estabilidade não é mais o concreto, como uma casa onde morar, ou uma família em que se apoiar. A estabilidade é fluída e mutável, liquefeita e pronta para assumir a forma que dela se exigir. Estável não é um lugar ou uma situação, mas a capacidade de manter-se na instabilidade.
Os que têm certeza buscam o modelo e os paradigmas, não conseguem viver senão for nas garantias da estabilidade, estão presos ao século XX, são os que riem e tripudiam dos navegantes deste novo século, estes sim, os que na estabilidade não vêem outra coisa que não falsas certezas e realidades fictícias. Luciano Alvarenga
Anúncios

Uma resposta em “Os iguais e os que têm certeza

  1. Harley de Souza Pacola – jornalistaMuito prazer Luciano Alvarenga, nosso companheiro de todos os dias que nos ajuda a fazer com muito carinho o Rádio Notícia. Bom Luciano li "Os iguais e os que têm certeza". Assimilar as coisas que os outros "copiam" e acham que estão certas, são conservadores do arroz e feijão. Agora o cidadão simples que tem o coração puro e a mente limpa tem sede de coisas novas, pratica positivamente as ideias do próximo. A liberdade e a estabilidade andam juntas, não dá pra separar o joio do trigo. Neste sáculo XXI, a sociedade repugna homens e mulheres com cérebro pequeno, ou o homem produz e produza com qualidade ou está fadado ao desemprego e a solidão dos mais fracos. Pense nisso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s