Saúde ou dependência química

Alguns candidatos estão fazendo uma abordagem leviana do problema “saúde” em Rio Preto. Estão confundindo saúde pública com intoxicar a população com remédios. “Vamos distribuir mais remédios”, “vamos entregar remédios em casa”, esse tipo de abordagem da saúde pública só interessa aos laboratórios farmaceutocos internacionais que ganham milhões com dinheiro do contriuinte. A Organização Mundial da Saúde alerta para a explosão no consumo de drogas químicas (remédios) pelo mundo afora – especialmente entre os pobres. Além do que esse enfoque de distribuir remédio é um buraco sem fundo; a população precisa ser reeducada para ter saúde não para tomar remédio. A questão chave não é tomar remédio é não toma-lo; as propagandas passam a idéia de que a solução é o comprimido, o cidadão a cada dor ou problema, resultado de péssimos hábitos alimentares e cotidianos, corre ao posto para tomar remédio. E alguns políticos levianamente, exploram este problema sugerindo que o governo enriqueça mais ainda os laboratórios e a população se drogue cada vez mais com remédios. Insisto, é leviana a forma como está sendo discutida a saúde pública em Rio Preto. L.A
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s